EB23 de Álvaro Velho

User Rating: 5 / 5

Concurso Canguru Matemático 2022 - EB23 de Álvaro Velho

Cartaz.Canguru2022     canguru2022 

No âmbito do Plano Anual de Atividades do Departamento de Matemática, decorreu no dia 17 de março de 2022, pelas 15h00, na escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Álvaro Velho, o Concurso Canguru Matemático 2022. Este concurso teve como objetivos, estimular o gosto e o estudo pela Matemática, promover a autoestima e autoconfiança - levando os participantes a perceberem que conseguir resolver os problemas propostos é uma conquista pessoal muito recompensadora - e permitir que os alunos descubram o lado lúdico da disciplina.

A Associação Canguru sem Fronteiras é uma associação de caráter internacional com o objetivo de promover a divulgação da Matemática elementar e é responsável pela organização anual do Concurso Canguru Matemático em todos os países participantes. Este concurso pretende estimular e motivar o maior número possível de alunos para a Matemática e é um complemento a outras atividades, tais como as Olimpíadas Matemáticas. Em Portugal, a organização deste concurso está a cargo do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, com o apoio da Sociedade Portuguesa de Matemática.

No início dos anos 80, Peter O'Holloran, professor de matemática em Sydney, inventou um novo tipo de Concurso Nacional em escolas australianas: um questionário de escolha múltipla. Este concurso foi um enorme sucesso na Austrália. Em 1991, dois professores franceses (André Deledicq e Jean Pierre Boudine) decidiram iniciar a competição em França com o nome Canguru ("Kangourou") para prestar homenagem aos seus amigos australianos. Na primeira edição, participaram 120 000 estudantes, atraindo a atenção dos países vizinhos. Em Junho de 1993, o Conselho de Administração do Canguru Francês convocou um encontro europeu em Paris e sete países decidiram adotar o mesmo concurso. Em Junho de 1994, em Estrasburgo, no Conselho Europeu, a Assembleia Geral dos representantes de dez países europeus (Espanha, França, Grã-Bretanha, Hungria, Itália, Moldávia, Polónia, Rússia e Eslovénia) decidiram a criação do "Canguru Matemático sem Fronteiras". Atualmente, a associação conta com representantes de 86 países e mais de seis milhões de participantes em todo o mundo. Portugal participou pela primeira vez em 2005 no Canguru Matemático sem Fronteiras.

Categorias

O concurso, sem seleção prévia, consistiu numa única prova coma duração de 1h30min, realizada no mesmo dia em todas as Escolas, com questões de escolha múltipla (dez questões de três pontos, dez questões de quatro pontos e dez questões de cinco pontos) de dificuldade crescente. Participaram neste concurso 32 alunos do 3.º Ciclo, em duas categorias, de acordo com as respetivas idades: Benjamim (7.º e 8.º anos de escolaridade) e Cadete (9.º ano de escolaridade). Os alunos começaram com uma pontuação de 30 pontos, sendo que a pontuação máxima nas referidas categorias é de 150 pontos. Por cada resposta errada os participantes serão penalizados em 1/4 da pontuação da questão.

Divulgação dos resultados

A partir de 19 de abril, serão entregues os aos alunos participantes os enunciados da prova e divulgados os resultados internos. A Comissão do Canguru divulgará na sua página oficial o nome dos alunos participantes com as classificações a nível de Escola e a nível de Agrupamento.

Prémios

O Departamento de Matemática atribuirá aos alunos participantes no concurso, certificados de presença e classificação, bem como prémios aos que alcançarem a melhor classificação a nível de escola, em cada uma das categorias, numa cerimónia a ter lugar no 3.º Período. A Comissão do Canguru poderá atribuir prémios aos alunos com a melhor classificação a nível nacional, em cada uma das categorias.

A Comissão Organizadora do evento expressa o seu agradecimento a todos os professores envolvidos na preparação e operacionalização deste campeonato e congratula os alunos participantes pelo seu entusiasmo e desempenho.