Sociedade
KIOSK(ext)
WEBMAIL
Abrir Painel

Destaques

User Rating: 0 / 5

User Rating: 0 / 5

Júlio Pomar - O Risco

 pintura juliopomar

Documentário (2005) biográfico sobre um dos mais importantes pintores portugueses contemporâneos. Ao longo de 59 minutos acompanhamos o percurso do artista através do seu testemunho na primeira pessoa e com depoimentos de pessoas de vários quadrantes da sociedade, entre eles António Lobo Antunes, Siza Vieira, Mário Soares, Vasco Graça Moura, vários críticos de arte, galeristas, entre outros.

Documentário Biográfico


Ver vídeo numa nova janela...

RESUMO - Documentário Biográfico

O percurso de Júlio Pomar é feito de ruturas e regressos. Abandona a Escola de Belas Artes devido a uma suspensão. Lidera o movimento neorrealista. É preso. Faz viagens e descobre os seus grandes mestres. Instala-se em Paris. Desagrada-se com a pintura e destrói telas. Pratica cores lisas e contornos definidos mas também pintura livre e gestual. Faz colagens. Pinta erotismo. Decora espaços públicos. Ilustra grandes obras da literatura universal. Faz retratos polémicos. Gosta de rir e de viver. Apanha um susto e renasce para a vida. Pinta grandes formatos. Expõe em várias cidades do Mundo. É condecorado. Recebe prémios. Embarca nos mitos e odisseias. Marca o eterno retorno a D. Quixote. Faz esculturas.
Ao longo de mais de 60 anos, Júlio Pomar rompe, renova, renasce, recomeça. Sem medos. Sem amarras. Sem concessões. Rindo de si próprio e da seriedade humana. Enfrentando os desafios e as partidas da vida com a força de quem adora viver e detesta ser obrigado a fazer o que não quer. Com a determinação que é necessária para poder dizer com toda a liberdade: "faço o que me apetece". É assim Júlio Pomar, o pintor que gosta de pisar o risco. O artista que nunca procurou o caminho fácil e que está sempre à frente da opinião, mesmo quando o caminho parecia já garantido. O pintor contracorrente com um pé no Mundo e outro na história da arte portuguesa. O homem que vai ao museu visitar a família. O bicho solitário que precisa de companhia. O pintor/ poeta que gosta de chegar a Paris como gosta de chegar a Lisboa, sem angústias, porque o tempo não chega para isso. A criança que um dia sonhou ter a liberdade de poder decidir.

Referências

Documentário "Júlio Pomar - O Risco". (2018). YouTube

Júlio Pomar | Baseado Numa História Verídica T2 Ep10. YouTube

A aventura artística de Júlio Pomar - Ensina RTP

 

User Rating: 0 / 5

O que é ser europeu?

europeus

Com 512 milhões de habitantes, a União Europeia oferece direitos, garantias e oportunidades comuns aos seus cidadãos. Mas não faltam desafios...(ver anexos ou clica na imagem)

Fonte: Fronteiras XXI

 

Anexos:
Access this URL (http://alvarovelho.net/images/PDFs/o_que_e_ser_europeu-infografia.pdf)o_que_e_ser_europeu-infografia.pdf[Infografia]0 kB

User Rating: 0 / 5

Arquivo de Provas e Exames

LogotipoIAVE cor rgb 96

O Banco de Exames e Provas é um arquivo de todos os instrumentos de avaliação concebidos no âmbito da missão do GAVE, desde 1997. Neste arquivo podem ser consultados e descarregados os ficheiros relativos às provas de aferição, às provas finais e às provas de exame nacional (ensino básico e ensino secundário) e aos testes intermédios.

  • Provas de Aferição (Ensino Básico)
    • 1.º ciclo - Consulte aqui
    • 2.º ciclo - Consulte aqui
    • 3.º ciclo - Consulte aqui
  • Provas Finais de Ciclo e Exames Nacionais (Ensino Básico)
    • Provas em vigor - Consulte aqui
  • Exames Finais Nacionais (Ensino Secundário)
    • Provas em vigor - Consulte aqui
  • Testes Intermédios (Ensino Básico e Ensino Secundário)

User Rating: 0 / 5

Subir na vida é possível em Portugal?

Infografia Mobilidade Social final FFMS 2

O apelido ainda conta para conseguir um bom emprego? Estudar é a principal garantia para uma vida melhor? A diferença entre homens e mulheres que chegam a cargos de topo tem os dias contados?

Em Portugal o aumento da escolaridade foi fundamental para garantir mais oportunidades para todos. Houve enormes progressos na educação da geração nascida em meados do século passado, para a dos filhos de Abril. Apesar disso, hoje, apenas 46 em cada 100 portugueses completou o ensino secundário. E mais de metade da população ainda tem uma profissão equivalente à dos pais, revela o estudo inédito da Fundação Francisco Manuel dos Santos sobre mobilidade social...

Anexos:
Download this file (DGEEC_DSEE_DEEBS_2016_Desigualdades2_CEB.pdf)DGEEC_DSEE_DEEBS_2016_Desigualdades2_CEB.pdf[DESIGUALDADES SOCIOECONÓMICAS E RESULTADOS ESCOLARES II - 2.º Ciclo do Ensino Público Geral (DGEEC - Outubro de 2016)]1517 kB
Download this file (Infografia-Mobilidade_Social-final_FFMS_2.pdf)Infografia-Mobilidade_Social-final_FFMS_2.pdf[MOBILIDADE SOCIAL - Num Portugal desigual, que oportunidades temos de subir na vida? (infografia)]248 kB

User Rating: 0 / 5

A ESCOLA INCLUSIVA: DESAFIOS - IGEC

inclusivo

A presente publicação (ou clica na imagem) pretende, partindo das conclusões do trabalho dos inspetores da Educação, em cada escola, dar mais um contributo para que a Educação Especial tenha uma realização verdadeiramente inclusiva em cada contexto educativo, promovendo respostas educativas de qualidade adequadas à concretização efetiva das aspirações de cada um dos nossos alunos. Fonte: IGEC

User Rating: 0 / 5

Currículo dos ensinos básico e secundário - consulta pública

im fundo1

O Conselho de Ministros aprovou na generalidade, a 5 de abril de 2018, o Decreto-Lei que define os princípios de organização do currículo dos ensinos básico e secundário. Neste sentido, convidam-se todas as escolas e seus professores, as famílias, alunos e demais interessados a analisar o Documento Síntese do Decreto-Lei (ver anexos), podendo os contributos serem inscritos até ao dia 30 de abril de 2018, no formulário disponível para o efeito, bastando para isso introduzir o endereço de correio eletrónico.

Anexos:
Download this file (20180412+medu+curricula+ensbas+enssec+sintese.pdf)20180412+medu+curricula+ensbas+enssec+sintese.pdf[Currículo dos ensinos básico e secundário - documento síntese]580 kB
Download this file (DL+consulta+pública+-+VF.pdf)DL+consulta+pública+-+VF.pdf[Currículo dos ensinos básico e secundário - Revisão do Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho]302 kB

User Rating: 0 / 5

Guia do Brincar Inclusivo - Projeto Incluir Brincando

20392555 rvqZH

O projeto Incluir Brincando é uma iniciativa da Vila Sésamo e do Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF, que procura contribuir para a garantia do direito a brincar de todas as crianças, respeitando os ritmos e a individualidade de cada uma. Neste guia do brincar inclusivo, encontra sugestões de brinquedos, brincadeiras e jogos que permitem a participação de todas as crianças. Incluir é bem mais simples do que parece e torna a brincadeira muito mais divertida!

User Rating: 0 / 5

Aprendizagem, TIC e Redes Digitais - Textos do Seminário realizado no CNE a 6 de abril de 2016

Capa aprendizagens TIC e redes digitais

As TIC continuam a ser um desafio permanente, quer pelo surgimento de novas plataformas, aplicações ou dispositivos móveis, quer pela discussão sobre as suas vantagens e formas de operacionalizar e mobilizar estratégias para a sua utilização, como verdadeiras ferramentas de aprendizagem. Os projetos, programas e iniciativas que têm sido implementados nas últimas décadas, nacional e internacionalmente, destacam a importância cada vez maior da utilização das TIC em contexto educativo com o objetivo fundamental de inovar as práticas, tornando-as mais atuais e, sobretudo, que tenham uma influência positiva relevante nas aprendizagens dos alunos.

O desenvolvimento de projetos inovadores centrados na promoção e aquisição de competências digitais potenciam a melhoria das qualificações dos cidadãos nas e para as TIC, contribuindo para uma sociedade digital mais inclusiva e reduzindo as desigualdades de forma a promover a participação mais autónoma. O ensino da computação e da linguagem de programação gráfica, desde os primeiros anos de escolaridade, ajudam a desenvolver o pensamento criativo, a literacia digital e a adquirir conceitos matemáticos e computacionais.

A discussão em torno da temática abrange diversas dimensões: histórica, axiológica, escolar, curricular, didática, contextos de aprendizagem e formação de professores, nas quais intervêm questões como a igualdade de oportunidades e a inclusão, a literacia digital, a segurança, a utilização das TIC nas diferentes disciplinas, estilos de aprendizagem e estilos de ensino, gestão e sustentabilidade das tecnologias nas escolas.